Um olhar traçado e compreendido pela psique da inspirada Magna Laa, que expira Petite Kybele.


Uma boneca de instante, posta em porcelana, trapos e seu pequeno diamante, que desenha seu paralelo entre seus planos fantasioso e absoluto.

domingo, 23 de outubro de 2011

ante o todo:


me (e)leve
em cápsulas de ar
e silêncio
como seu antídoto,
no bolso esquerdo
(o de dentro).

Nenhum comentário: